Bem-vindo ao SoQuadrinhos, por favor, efetue Login ou Crie uma conta para ter acesso total aos fóruns. Se tiver algum problema, Entre em Contato.

Detalhes
Nome : Cade Skywalker
Nome Original : Cade Skywalker
Editora : Outras Editoras
Estréia : Star Wars: Legacy #0 (Junho, 2006)
Naturalidade : Ossus
Estado Civil : Solteiro
Ocupação : Ex-Padawan, Ex-Pirata, Ex-Caçador de Recompensas Ex-Contrabandista e Jedi
Resposta: #1
Cade Skywalker

Origem


Cade Skywalker era o filho de Kol Skywalker , um poderoso membro do Conselho Jedi , e Morrigan Corde , um agente de inteligência Imperial que mais tarde mudou seu nome para Nyna Calixte . No entanto, logo após o nascimento do Cade, sua mãe o deixou pois ela não queria um relacionamento familiar para ficar no caminho de sua carreira. Desde cedo, Cade foi treinado como um Jedi por vários professores, incluindo o Whiphid K'Kruhk . Eventualmente Cade foi colocado como aprendiz de Wolf Sazen.

Ele passou pelo menos um pouco de sua infância no Templo Jedi em Nova Coruscant , onde ele explorou os segredos de suas fundações e da cidade exterior com o jovem Shado Vao. Cade acreditava que seu pai não tinha conhecimento disso, apesar do fato de que ele e Shado adormecerem na refeição do meio-dia.

Em Ossus, Cade ficou perto de outra Padawan, Azlyn Rae. Uma vez, Cade beijou-a na bochecha.

Embora ainda um Padawan, Cade Skywalker e seu colega Padawan Shado Vao viajou para o planeta Wayland planeta com os Mestres Jedis Kol Skywalker e Wolf Sazen para ver os resultados do Projeto Ossus. Alguns dias depois, Wayland se transformou em um planeta mutante com os nativos e meio ambiente se transformando em criaturas selvagens. Cade, Shado, Kol e Wolf escaparam com vida.

Ataque ao Templo Jedi



Quando tinha 14 anos de idade, em 130 ABY, Cade se envolveu na batalha para defender a Academia Jedi em Ossus dos Siths. Seu mestre, Wolf Sazen, ordenou que Cade e Shado Vao evacuassem o planeta em uma nave cheia de Younglings. No entanto, Cade queria desesperadamente ficar e lutar com seu pai, Kol. Ele argumentou que Shado não precisaria dele pra pilotar a nave, mas acabou obedecendo a seu pai e foi para a nave.

Só depois de embarcar na nave que Cade sentiu que seu mestre havia sido derrubado, e que seu pai estava lutando contra os Siths sozinho. Contra a vontade de Shado, Cade deixou a nave para lutar ao lado de seu pai.

Assim que Cade chegou no campo de batalha, Kol o ordenou a levar o seu Mestre Wolf para a nave.

Imagem

Cade ficou devastado, mas fez o que lhe foi ordenado. A bordo da nave que agora estava deixando Ossus, Wolf morreu nos braços de Cade. Cade não podia aceitar isso, e concentrou sua raiva ao ponto que ele usou seu poder pra reviver seu mestre.

Nesse ponto, Cade sentiu a morte de seu pai. Sobrecarregado com sua raiva, Cade prometeu vingança contra Darth Nihl , o Sith que havia assassinado Kol. Cade deixou a nave pela última vez em um X-83 TwinTail Starfighter, para matar os Siths. Ele abriu o caminho para a nave, em um esforço para permitir a sua fuga para o hiperespaço. Cade foi abatido por um Predator-class fight, mas ele conseguiu sobreviver por selar seu macacão de vôo e abandonando a nave antes de explodir. Se retirou da Força de um modo que os Siths não podiam senti-lo, ele caiu em profunda meditação, a fim de economizar oxigênio. Ele acordou três dias depois flutuando sobre Ossus, onde ele foi pego pelo pirata Rav e sua tripulação. Foi seu futuro tripulante Jariah Syn que convenceu Rav para resgatar Cade. Logo depois, ele tornou-se aprendiz de Rav e se juntou a sua equipe.

Quando Cade reviveu seu mestre com um poder da Força desconhecido, Darth Krayt sentiu uma lamentação do lado Negro da Força, e reconheceu que se tratava de um Jedi, não um Sith. Krayt prometeu encontrar este Jedi e converte-lo completamente para o lado Negro.

Descoberto



Alguns anos se passaram após o Massacre em Ossus, e Cade havia se libertado da dívida com Rav. Cade então se tornou capitão de um cargueiro chamado Mynock cuja tripulação incluía Deliah Blue, mecânica da nave, e o co-piloto Jariah Syn. Cade escondeu o seu sobrenome como sua habilidade Jedi de todos que o conheceram, especialmente seus companheiros de tripulação.

Cerca de 137 ABY a tripulação do Mynock foi contratada por Rav para localizar Naxy Screeger. Depois de localizá-lo, o grupo também capturou um curandeiro Jedi chamado Hosk Trey'lis. Cade impediu que Syn matasse o Jedi, aparentemente porque o Jedi valia mais vivo do que morto. O grupo entregou Screeger e Trey'lis ao Rav. Rav pagou com Deathsticks que, embora agradasse ao Cade, enfureceu o resto da tripulação.

Cade estava sendo assombrado pelo fantasma de Luke Skywalker, bem como outros, que estavam pleiteando Cade para retornar ao seu legado Jedi.
Imagem

No entanto, Cade foi ficando cada vez mais agitado, com estas visitas, usando as Deathsticks para bloqueá-los, e mesmo indo tão longe como uma ameaça para acabar com sua própria vida.

Como a tripulação do Mynock se preparando para a decolagem da Mynock, eles foram abordados pela Princesa de direito Marasiah Fel e sua companheira Astraal Vao. A princesa estava exigindo passagem para Vendaxa, e as duas estavam sendo perseguidas pela Sith Darth Talon. Ela tentou usar um truque de mente nele, mas Cade, sendo um Jedi, foi resistente a ela até que viu a Sith. Ele iniciou uma decolagem de emergência, e se dirigiu para Vendaxa, com a intenção de entregar a princesa a seu pai, para que ele pudesse ser pago, e depois vender a ambos para o Império, ganhando assim créditos suficientes para se ver fora da dívida com Rav.

Astraal Vao, tinha pré-arranjado um encontro com seu irmão Shado, e orientou a equipe da Mynock a levar a princesa para o local do acidente que os pais de Shado Astraal morreram. Lá, eles foram atacados por um Acklay, e só com a chegada oportuna de Shado e Wolf Sazen salvaram Astraal de ser empalada pela garra do Acklay. Com o fim do perigo imediato sobre a Princesa Marasiah, ela decidi viajar de forma segura com os dois Jedi, revelando que sabia da intenção da tripulação da Mynock de entrega-la por causa da recompensa por sua cabeça.

Não querendo ser reconhecido pelo seu antigo mestre, Cade permaneceu nas sombras e não discutiu com a princesa. No entanto, Jariah falou com Cade sobre suas perdas, usando o nome do Cade, isso fez atrair a atenção dos dois Jedi. Virando-se para enfrentar os Jedi, Cade calmamente olhou para seu antigo mestre e admitiu que seu nome era Cade. Se Wolf reconheceu seu ex-aluno após tantos anos, ele não deu nenhum sinal, em vez disso escolheu levar a Princesa Fel para onde ele e Shado tinha secretamente pousado sua própria nave. Uma explosão repentina destruiu a nave Jedi, e foi rapidamente seguido por um ataque de Darth Talon, que usou o lado negro pra provocar a fauna nativa em atacar ao lado dela.

Talon se virou pra Wolf Sazen e atacou com relâmpago da Força, com a intenção de matá-lo, mas Marasiah interveio, esperando por vingança pela morte do sua Mestre, Elke Vetter. Sia não foi páreo para o Sith. Envolto em um raio da Força, Wolf ainda era capaz de pedir a Cade que salvase a princesa, mas o capitão da Mynock só ficou parado entorpecido, sua mente voltou aos anos em que teve uma situação semelhante: em Ossus.

Cade descarregou sua arma no Sith, e após isso Delian Blue e Jariah Syn se juntaram a ele em batalha, com Syn declarando que todos tinham enlouquecido. Blue então disse a ele que era uma loucura "boa". Darth Talon no entanto, facilmente desviou das explosões e desarmou-os com um aceno de mão, então, avançou sobre eles com seu sabre de luz.

Com um grito de raiva, Cade usou a Força para levantar alguns destroços perto e atirou sobre Talon.

Imagem

Recuperando seu blaster, Cade calmamente dirigiu os espectadores atordoados para a Mynock. No entanto, eles logo descobriram que Talon havia sabotado a Mynock, forçando-os a permanecer na Vendaxa até que os reparos podessem ser feitos. Enquanto isso, Darth Talon permaneceu escondido nas sombras próximas.

Depois da batalha, o Cade teve uma conversa com seu antigo mestre, dizendo que ele desperdiçou anos à procura de um homem que não existia. Isso foi seguido por uma discussão com seus amigos, com Syn puxando um blaster sobre ele. Marasiah Fel aproximou-se dele, dizendo que ela sabia que ele era um Skywalker. Ela então passou a dizer como ela poderia desaparecer de seu destino. Mas ela também lhe disse que ela não iria fugir de suas responsabilidades.

Cavaleiros Imperiais chegam, mas são derrubados pelos Sith. Eles sobreviveram ao acidente, e a batalha com os Sith tem começo. Cade corre para a batalha com seu blaster dizendo pra Syn e Azul para decolar. Quando Cade entra no campo de batalha, ele é inundado com as memórias do massacre de Ossus. Ele estava tão atordoado que ele não viu um Sith se aproximando por trás. Foi Princesa Marasiah que viu o Sith e derrota o Sith e salva a vida de Cade, mas não sem ser ferida. Quando Cade pergunta por que ela fez isso, ela disse que ela tinha que fazer isso. Ela então fica em silêncio. Cade pega seu sabre de luz usando a força ignorando assim, seu juramento de nunca mais pegar um sabre de luz novamente.

Cade ataca Darth Nihl. Durante a luta, Cade diz a Nihl, que o viu matando seu pai em Ossus. Nihl diz que matou muitos Jedi naquele dia, e que seu pai pode ter sido um. Cade grita que seu pai era Kol Skywalker, e começa a usar a sua raiva contra Nihl, apesar das advertências do Mestre Sazen.

Jariah Syn entra na luta e atira no Sith com um tiro da blaster, prontamente desviado por Nihl pela Força. Depois, Cade chuta Nihl de um penhasco, e tenho todos a bordo da Mynock saem do planeta.

A bordo da Mynock, Cade ouve que Marasiah estava morrendo. Quando Cade disse que poderia ajudá-la, Antares Draco atacou, acusando-o que a condição que Marasiah estava era culpa do Cade. Cade a cura com a técnica de raios que ele usou para curar anos atrás Wolf Sazen.

Depois que o grupo chegam a Bastion, Cade foge e deixa Deliah azul e Jariah Syn por conta própria, afirmando a Wolf Sazen que ele não podia confiar mais em Syn. Cade então, oferece uma carona para Sazen e Vao Shado, mas disse-lhes para não terem ideias a respeito dele de voltar à Ordem Jedi. Mais tarde, ele descobre que Fel colocou cinco rastreadores na Mynock, pois estava desconfiado de Krayt querer encontrá-lo. Ele esperava que Cade encontrasse um ou dois, mas Cade desativou todos eles.

Cade chega a Ossus, onde após a ingestão de vários Deathsticks, ele teve visões de Mara Jade e Anakin Skywalker, que depois se transformou em Darth Vader e avisou-o da perigos de cair para o lado negro. Ele foi então encontrado pelo Mestre Jedi K'Kruhk, um professor antigo de Cade, que curou seu trauma mental.

Cade pede então para Wolf Sazen completasse sua formação Jedi. Sazen aceita, e Cade começa a sua formação novamente sob a tutela de ambos Mestres Sazen e K'Kruhk. Durante uma sessão de treinos com o sabre de luz, Shado e Cade caem em um repositório de artefatos inestimáveis Jedi, ao que eles foram atacados por dois Yuuzhan Vong, Liaan Lah e Choka Skell.

Mestra Nei Rin ordena que seus dois guarda-costas Yuuzhan Vong para cessar seus ataques aos dois Jedi. Rin, uma vez que era amiga de Kol e o líder do projeto de terraformação em Ossus, revelou-se como a guardiã dos artefatos deixados pelos Jedi em Ossus após o massacre, e afirmou que Cade deve tornar-se seu guardião.

Cade recusou, e depois de ter sido confrontado por Mestre Sazen sobre seus medos, teve mais uma vez a visita de Luke Skywalker, que lhe diz para corrigir seu erro de ter entregado seu companheiro Jedi Hosk Trey'lis. Com Cade se preparando para partir para Coruscant, Rin deu-lhe o sabre de luz de seu pai, e K'Kruhk deu o R2-D2 para servir a bordo de sua nave.

Tentativa de Redenção



A ida de Cade para Coruscant foi detectado pelas forças imperiais e pelo próprio Darth Krayt, mas Cade foi capaz de iludir o Esquadrão Caveira e se escondem nas profundezas do submundo Coruscant.
Na cantina, Cade encontrou Chak e Kee, dois velhos amigos. Mas ele não tinha ideia de onde Syn e azul tinha levado a nave de Chak, o Grande Mentiroso. Sua impertinência ofendido o Wookiee , mas divertido a Rainha Jool, a proprietária do estabelecimento Hutt. Ele deixou os códigos de acesso ao navio com ela no caso de ele não voltar, instruindo-a a entregá-los aos seus antigos companheiros de tripulação se eles apareceram.

Cade entrou no Templo dos Sith usando rotas secretas que ele descobriu quando ele morava lá, e chegando com seus sentidos Força, encontrou Hosk algemado a uma parede dentro da estrutura. Quando ele soltou o jedi , Bothan tentou avisá-lo que ele tinha falado e traído seu suposto salvador, mas Cade não ligou pra nada disso, retrucando "ninguém morre por mim."

Quando eles saíram foram emboscados por Darth Talon, que os esperava. Ela subjugou Hosk com um empurrão da Força. Os olhos de Cade se moveu, significando sua fascínio pelo lado negro, e ele dominou a Darth Talon. Sua vitória se desvaneceu rapidamente, quando Darth Nihl aparece de repente e sufoca Cade. Nihl informar a Krayt de sua vitória. Enquanto isso em Ossus, Wolf, meditando sobre a Força, recebe uma visão: Cade virou-se para ele, metade do rosto na sombra com o lado Negro brilhando em seus olhos.

Conhecendo o lado Negro



Após sua captura, Cade foi torturado por Darth Maladi usando uma dose letal de Ixetalcilona, apesar de o veneno não teve efeito devido ao uso passado de Cade de Deathsticks e as habilidades poderosas da força impulsionando sua imunidade a ele. Darth Krayt reconheceu que Skywalker tinha mais poder do que ele já tinha visto em qualquer Jedi. Krayt queria que Cade se junta se a ele, mas Cade recusou a oferta do verdadeiro assassino de seu pai.

Krayt havia aprisionado Syn e Blue, e enquanto eles estavam nas mãos do Sith, Maladi implantoi sementes Yuuzhan Vong que transformou seus corpos usando o lado Negro. Cade não tinha opção, mas para ajudar seus amigos teve que usar sua raiva para curá-los com um grande custo.

Imagem

Krayt convidou Cade com Talon e seu mais fiel assessor Sith, Darth Wyyrlok, para os seus aposentos. Lá Krayt surpreende Cade, mostrando-lhe o sabre de luz de Kol Skywalker envolto em aço transparente, dando ao pai de Cade um lugar de honra. Cade fica ainda mais surpreso quando Krayt revela seu conhecimento sobre o Jedi e sua verdadeira identidade A'Sharad Hett.

Krayt então recitou a história de seu duelo em Tatooine contra Obi-Wan Kenobi , perto da fazenda de umidade de Lars, e como ele foi expulso dos Jedis e da Sociedade Tusken. Talon atacou Cade após ele zombou Krayt, e ela quase foi morto quando ele usou seus poderes para reabrir suas feridas recentemente cicatrizadas.

Krayt no entanto, impediu isso e perguntou a Cade que ele permitir que o Lorde Negro para concentrar sua raiva na Força através dos ensinamentos Sith. Cade concordou, e foi, então, ordenado a curar Darth Talon, e que ela iria se tornar sua Mestre Sith. Durante seu treinamento Sith, Cade desenvolveu uma relação íntima, assim como um vínculo profundo com sua mestre que foi criado quando ele curou. Eles provavelmente dormiram juntos, porém depois Talon deixou a cama, ela disse Krayt que ele estava apenas fingindo ser como eles. Ainda assim, Krayt tinha certeza de que ele iria cair para o seu lado permanentemente.

No dia seguinte, para garantir a queda de Cade, Krayt colocado no Abraço de dor enquanto ele continua a dizer-lhe sobre a sua própria queda para o lado negro. Cade foi capaz de libertar-se e tentou fugir do templo, mas foi pego pela Darth Talon. Ele foi levado de volta para Krayt, onde foi ordenado a matar Hosk Trey'lis ou morrer, mas Cade se recusou a matar o Jedi. Krayt depois matou Trey'lis, evocando raiva em Cade. Mas Cade em seguida, recebeu uma visão de seu pai, dizendo-lhe "O que pode curar, também pode quebrar." Usando o seu poder, Cade quebrou a case transparente contendo o sabre de luz de seu pai e acertou Talon no estômago quando ela tentou atacá-lo e ele então se envolveu com Nihl em um duelo de sabres de luz. Baseando-se em sua raiva, os olhos de Cade são alterado para o vermelho que tinha sido antes.

Cade superou Nihl, cortando seu braço e jogando na parede. Krayt ordena Cade que mate Nihl em um esforço para levar Cade para o lado Negro permanentemente. Cade, no entanto, se recusa, afirmando que era isso que Krayt queria que ele fizesse, e começou a lutar com Krayt. Durante o duelo, Cade disse que viu através da Força como Krayt realmente era doente e questionou se o resto dos Sith estaria disposto a segui-lo, se eles soubessem de sua verdadeira condição. Ele zombou de Krayt, dizendo que mesmo que ele morresse, ele morreria como ele mesmo, mas se Krayt o matasse, então ele condenaria a si mesmo até a morte com um crescimento irracional Yuuzhan Vong.

Quando o duelo estava chegando ao clímax, Morrigan Corde abri a janela atrás deles, disparando em Krayt pelas costas. Cade em seguida pula e é resgatado por Jariah Syn a bordo da Mynock, que o puxou para dentro. A Mynock em seguida, fugiu do planeta e saltou para o hiperespaço, mas não antes de Corde se revelar a Cade em um comunicador como sendo sua mãe, mas quando Cade exige algumas respostas, ela respondeu que ele não estaria recebendo qualquer resposta.

Pagando dívidas antigas



Cade, acompanhado der Chak, Kee, e Syn vai ao encontro de Rav em uma tentativa de recuperar o Grande Mentiroso. Após uma breve luta, Rav entregou a naves e é obrigado a fazer o juramento Ossus Sangrentos . Mas Rav também relata a Maladi. Cade então defini curso para Ninho Rawk.

Cade tem então uma conversa com o seu tio Bantha, que ele conhecia como Nat Skywalker. Cade revelou que ele correu para sua mãe. Nat, então, disse ele sobre a história de seus pais, e que sua mãe tinha abandonado. Quando Cade viu o massacre dos Mon Calamari , ele também viu um mandado de prisão para ele dizendo que ele é um terrorista que atacou o Templo Sith, bem como um Skywalker. Cade confirmou seu sobrenome para seus primos. Bantha gritou com ele para não pensar e socou outro.

Durante a noite Cade "agiu como se tivesse visto um fantasma." Ele furtivamente fora para a Mynock, e os espíritos de Luke Skywalker e Kol tentou aconselhá-lo. Lucas disse a ele para usar a meditação para limpar a cabeça, mas Cade pensou em usar suas habilidades de Sith. Seu pai o alertou do lado Negro e que a técnica mostrou-lhe no Templo dos Sith foi para a defesa. Os fantasmas avisou de eventos que ele deve estar pronto para. Pouco tempo depois ele saiu, e foi atacado por uma figura mascarada que o seguiu de Socorro. Ele foi salvo pela intervenção oportuna de seu tio. Mas a figura mascarada era Azlyn Rae, uma velha amiga de seus dias de Ordem Jedi. Mas Cade tinha um ponto - a Ordem Sith Nova estava tendo conflitos internos e com Krayt mortos, eles desmoronar sobre o outro e todo mundo iria deixá-lo sozinho. Mas ele precisava de aliados, ele não confiava tanto Roan Fel ou Gar Stazi e ele acreditava que não havia Jedi para encontrar até Bantha revelou a existência do Templo Oculto.

O Templo Oculto



Guiados por Bantha, Cade, juntamente com a tripulação da Mynock e Azlyn Rae foi para o Templo Jedi Oculto recém-revelado (que foi fundada por Bantha durante sua carreira Jedi como um refúgio para a Ordem durante um cenário de pior caso) no planeta de Taivas.

Cade e sua equipe descobriram que não só eram Wolf Sazen e Shado Vao no templo, mas também que eles foram seguidos pelos cavaleiros imperiais Marasiah Fel, Antares Draco e Krieg Ganner , que foram guiados por lá Azlyn. Depois de um breve confronto entre os Jedi e os Cavaleiros Imperial, ambas as partes pôr de lado as suas armas e começaram a falar em pedido de Wolf. Cade imediatamente percebi que era Azlyn que era a "traíra" e depois que ele exigiu saber por que, ele foi informado pela Princesa Fel que Azlyn na verdade era uma Cavaleira Imperial. Quando os Cavaleiros imperial explicaram que eles estavam em uma missão de paz, Wolf informou que o Conselho Jedi iria recebê-los. Este novo Conselho Jedi foi formada pelos Mestres Jedi K'Kruhk, Tili Qua e T'ra Saa , dois dos quais tinha lutado durante as Guerras Clônicas.

Imagem

Cade revelou ao conselho que Darth Krayt não era outro senão o ex-Jedi A'Sharad Hett e como ele está doente. Ele também propôs ao conselho seu plano de assassinar Krayt, argumentando que o ex-Jedi não tinha herdeiro como Lorde Negro dos Sith, e que era apenas da vontade dele que mantinha seus seguidores de ligar um ao outro. No entanto, o conselho se recusou, dizendo que o assassinato não era o caminho Jedi e como Jedi, eles respeitavam toda a vida - mesmo a de um Sith. Cade respondeu que Krayt já havia matado incontáveis inocentes tentando alcançar sua "visão". Ele argumentou ainda que talvez fosse a vontade da Força que Krayt fosse destruído e talvez o assassinato deve tornar-se o caminho Jedi antes Krayt obriga-o a usar seus poderes de cura.

O Conselho finalmente decidi não ir adiante com o plano de assassinato, pois se Krayt acabasse morto, alguém pode tomar o seu lugar ou a ordem Sith estilhaçada podia se tornar mais perigoso. Apesar disso, o Cade decidi fazê-lo com a ajuda de sua equipe. Draco, Krieg, e Rae se juntou a ele sob as ordens de Fel, e Shado também decidiu ir com eles, na esperança de que o Cade não iria se tornar Krayt.

Sopro do passado



Cade e seus aliados se dirigiu para ao Anel Central. Enquanto viaja para lá, Azlyn tenta falar com ele, mas ele não quer ouvi-la. Enquanto meditava, Cade recebeu uma visão de uma Jedi. Depois disso, a Mynock foi puxado para fora do hiperespaço pelo Star Destroyer Imperial Sol de Ferro. Uma vez dentro, Cade e seus aliados se separaram para explorar a nave. Cade e seu grupo finalmente veio através de um grupo de Rakghouls.

Imagem

Durante uma breve luta com eles, Cade foi mordido e Azlyn foi arranhada. A luta terminou quando uma Jedi chamada Celeste Morne (que era a Jedi que Cade tinha visto na sua visão) recuperou o controle dos Rakghouls . Celeste viu que Cade e Azlyn tinha sido infectado pela peste Rakghouls e então os prende. Celeste explica seu passado: seu encontro com o Jedi Zayne Carrick , o talismã Muur unindo-se a ela, e seus confrontos com Darth Vader e Luke Skywalker.

Quando a praga começou a se transformar Azlyn, Cade perguntou se a praga era uma doença ou o trabalho da força. Celeste disse que era uma doença, e Cade percebeu que poderia curár a si e a Azlyn. Ele usou o seu poder de cura para se livrar a ele e a Azlyn da praga, impressionando tanto Celeste quanto ao espírito de Muur Karness.

Celeste concordou em se juntar a Cade e seus aliados em sua busca para assassinar Krayt.

O grupo viajou para Had Abbadon, onde atacaram a base local Imperial. Depois de tomar a base, Celeste permitiu um Sith fugir para avisar a Krayt sobre o ataque. O grupo então se estabeleceu e ficou em espera de Krayt.

Durante este tempo, Azlyn decidi matar Celeste e destruir o talismã Muur. Cade a impede de fazê-lo. No entanto, durante uma discussão, Cade e Azlyn ambos perceberam que seus velhos sentimentos um para o outro havia ressurgido. Eles passaram a noite juntos, até que a voz de Muur Karness os interrompe.

Cade passou a enfrentar Morne. Ele disse a ela que, se Muur continuou a mexer com ele e seus amigos, ele iria empurrá-la e o talismã em um foguete e enviá-lo para um buraco negro.

Mais tarde, Celeste enviou a Krayt uma mensagem ao usar a voz de Muur (seja ela estando sob influência Muur ou fingindo que estava, é desconhecido). Celeste mostrou para Krayt que Cade era seu prisioneiro e que Muur tinha o poder para ajudá-lo. Krayt mordeu a isca, e viajou para Had Abbadon com Darths Maladi, Talon, Stryfe e Wyyrlok . Uma vez lá, Cade e seus aliados acionaram a armadilha. Celeste ordena os Rakghouls que ataquem a Krayt enquanto Cade duela com Talon. Talon diz que o vínculo que ele criou o estava deixando mais para o lado negro. Infelizmente, Muur declarou que Cade e seus aliados não tinham mais utilidade e ordenou que os Rakghouls matem Cade e seus companheiros.

Depois de mais uma vez derrotar Talon, Cade duela com Darth Stryfe, e rapidamente o derrotou com a ajuda de explosivos do Syn. Logo após isso, Muur atinge tanto Darth Krayt e Azlyn Rae com relâmpagos daForca. Celeste em seguida recupera o controle e empurra Krayt com a Força em um penhasco. Cade fica enfurecido que Azlyn tinha sido ferida.

Celeste diz a Cade que ela nunca tinha conhecido ninguém como ele: não importa o quão perto ele caminha para o lado negro, ele não era tentado pelo Talismã Muur. Celeste pede então pra Cade matá-la, e ele obedece, inflando seu sabre de luz através de seu peito. O Talismã uniu-se a ele, e disse que Muur finalmente estava livre. Mas Cade provou ser verdadeiramente acima da influência de Muur, e usa a Força para destruir o talismã, destruindo Muur Karness para sempre.

Cade corre para Azlyn e usa seus poderes de cura, mas ela estava gravemente ferida. Shado aconselhou Cade a deixá-la ir, mas ele se recusa, dizendo que ele iria continuar tentando até que ele pudesse encontrar um centro médico. Quando cade e seus amigos vão sair do planeta rumo a Kiffex, Ganner e Draco tentam levar Azlyn a Bastião. Cade se recusa a permitir isso, já que eles queria apenas entregar o talismã para Fel, e Shado usa a Força para empurrá-los quando Ganner tentou impedi-los de tomar Azlyn. Cade em seguida, embarca na nave com seus amigos e definir o rumo para Kiffex.

Kiffex



Durante o percurso pra Kiffex, Cade usa seus poderes de cura para manter Azlyn viva e em um certo ponto, Azlyn recupera a sua consciência e pede a Cade que a deixe ir. Cade se recusa, dizendo que ele não podia perdê-la novamente. Chegando a casa de Nate e Droo, Droo coloca Azlyn em um pod de cura. Cade pede a seu tio para ajudar Azlyn e Nat prometeu a Cade que iria salvá-la. Depois disso, Cade entrou em colapso por exaustão.

Shado informa a Cade que estava voltando para o Templo Oculto, pra dizer ao Conselho Jedi que Darth Krayt estava morto. Enquanto isso, Droo diz pra Bantha que ela não poderia curar Azlyn porque ela estava lutando contra as tentativas de cura. Droo estava pronto para desistir, mas Bantha se recusa, dizendo que Cade tinha visto muitas promessas não cumpridas. Ele decidiu, então, um outro plano, criando um forma de salvar a vida de Azlyn, algo semelhante usado por Darth Vader. No começo, Droo era contra, mas Bantha a persuadiu.

Azlyn confronta então a Cade. Ela havia sido colocada em uma armadura com sistema de vida que constantemente bombeia bacta através de seu sistema. Em vez de Azlyn ficar aliviada de viver, ela ficou furiosa com Cade por não deixá-la ir, e condenou-a a viver em uma armadura. Além disso, Bantha e Droo diz a Cade que ele havia mentido para eles, e Droo disse que ele não poderia voltar por um longo tempo. Bantha dia a Cade que talvez nunca. Depois disso Cade, Jariah e Deliah deixam Kiffex na Mynock.

Reunião de família em Tatooine



Cade, Jariah, e Deliah decidiu roubar o Sol Negro no espaço perto do planeta Tatooine, e vendê-los a um Muun chamado Muz. Cade usa um pseudônimo o nome de seu antepassado: Luke Skywalker. Depois de vender os bens dos embarques Sol Negro, a Mynock não foi capaz de levantar voo, pois não tinha as peças para fazer isso.

Enquanto Deliah tentar descobrir uma maneira de reparar a Mynock, Cade vai pra uma cantina, enquanto Jariah foi procurar algum divertimento. Na cantina, Cade encontra Gunn "Gunner" Yage, que é secretamente sua meia-irmã, (embora nem sabia da relação), capitã do Esquadrão Caveira. Yage estava em uma missão enviada por sua mãe, Nyna Calixte, para acompanhar o contrabandista. Yage flertou com o Cade, em seguida, drogou sua bebida, fazendo-o cair inconsciente. Quando Cade ganha consciência, se vê mantido em cativeiro com os pulsos presos a uma Pulseira Atordoante LSS 1000 Mark V, que dar uma carga elétrica quando ele usa a força pra rompe-la. Desconhecido para Yage e Skywalker, Gromia havia enviado três assassinos Sol Negro para caçar e eliminar tanto Yage e Skywalker: o Entalhador de Sangue Ku Vrat e um casal Anzati chamados Sint e Nakia Yoru. Para escapar de Gunn, Cade usou a Força para sufocá-la, fazendo-a perder o controle do speeder. Depois da queda, os dois discutiram com Gunn ainda segurava Skywalker com uma arma. De repente, os três assassinos atacam. Por sorte, uma tempestade de areia se aproximou permitindo Cade e Gunn de escaparem. A dupla foi capaz de encontrar abrigo em uma Fazenda de Umidade abandonada (que na verdade era a Fazenda de Umidade de Lars).

Durante seu tempo na Fazenda, Gunn disse que ela era filha de Rulf Yage. Quando Cade ouviu isso, ele ficou furioso, chamando seu pai de um açougueiro de Ossus pelo o que ele tinha feito para com os Jedis em Ossus. Yage defende seu pai, dizendo que os Sith tinha ordenado o ataque e que seu pai nunca foi o mesmo depois de ter obedecido tal ordem. Eventualmente, os dois adormeceram. Em seus sonhos, Cade viu o espírito de Luke Skywalker. Luke mostra a Cade em visões de sua tia Beru e seu tio Owen e sua antiga vida em Tatootine. Enquanto mostrando Cade essas visões, Lucas disse Cade para parar de fugir de seu destino e cuidado com o lado Negro. Na raiva, Cade ataca seu antepassado, mas se acalma depois de Luke recusar a lutar. Luke então, mostrou a Cade uma visão de si mesmo como um Sith com os cadáveres de todos que ele se preocupava em seus pés. Luke pergunta a Cade se era isso que ele queria, porque isso iria acontecer se ele continuasse no seu caminho atual. Cade diz que não quer isso, e espírito de Luke se vai.

Depois que o espírito de Luke o deixa, Cade acorda para encontrar Nakia e Sint tentando alimentar se dele e Gunn. Cade chuta Nakia, fazendo Sint a clamar por sua esposa. Este acordou Gunn, que imediatamente ajudou Cade a lutar contra os assassinos. Nessa altura, Jariah e Morrigan Corde chegou no abrigo e matou o entalhador de sangue Ku Vrat. Sint puxou um sabre de luz contra Cade, mas Cade tinha habilidade do seu lado, e corta Sint. Nakia tenta seduzir Cade em sua apresentação, mas Gunn atira com uma arma atordoante. Em seguida, levam pra fora Anzati encontram Syn e Corde. Eles levam a nave dos assassinos e se dirigi para o Sol Negro que tinha contratado os assassinos, enquanto Gunn vai atrás de Moff Gromia para prendê-la por sua parte na tentativa de assassinato.

Cade conversou com Corde durante a viagem sobre por que ela deixou ele e seu pai. Corde admiti que ela o havia deixado e Kol porque sentiu sua lealdade estava com o Império, acima de tudo, mas ela afirmou que se tivesse conhecido o plano dos Sith de atacar Ossus, ela não teria mantido em silêncio. Ela disse que depois de Ossus, ela pensou que ele tinha morrido com seu pai, e ela sentiu que nada mais importava em sua vida. Cade saiu da sala antes que ela disse que ela sempre o amou e seu pai.

Cade chegou à base do Sol Negro e ameaçou o chefe co Sol Negro propondo a ele um negócio. Como eles estavam chegando a um acordo, Corde matou o chefe do Sol Negro, sabendo que ele nunca iria manter sua palavra. Cade atacou-a com raios da Força cedendo a sua raiva. Jariah lembra a Cade sobre o que aconteceu no Kiffex, e Cade se acalma, lembrando que Luke lhe disse. Ele e Syn retornaram a Tatooine para encontrar Blue, e ela já tinha reparado a nave e deixaram Tatooine.

Gunn, em outro lugar, ouviu de Gromia que Corde e Calixte eram a mesma pessoa e que ela e Cade eram meios-irmãos, algo que ela se recusou a acreditar.

Wayland



Após a viagem para Tatooine, Cade e seus amigos decidiu tirar umas férias para os Zeltros planeta onde a Rainha Jool abriu uma nova Cantina. A tranquilidade durou pouco, pois Rav aparece com um trabalho com uma recompensa de um milhão de créditos. Cade acha que é muito bom para ser verdade, até Rav disse a ele que o trabalho necessário. Quando Rav disse-lhe que ele foi obrigado a viajar para Wayland, Cade concordou relutantemente, apesar de saber que Wayland foi um dos primeiros planetas do Projeto Ossus que deu terrivelmente errado.

Como Cade e seus amigos fizeram o seu caminho em Wayland, chegando o grupo foi atacado, Cade que ficou inconsciente e Jariah e Deliah foram capturados pelos Yuuzhan Vong. Quando Cade ganhou consciencia, foi procurar seus amigos. Ele, então, percebeu que os Sith estavam em Wayland. Cade fez o seu caminho para um laboratório secreto em Wayland, onde foi capturado por Darth Maladi e a Vong que a ajudou a sabotar o projeto Ossus. Maladi estava desenvolvendo uma nova arma para aumentar o seu poder nos Sith usando tecnologia Vong Vong, e precisava Cade a usar seus poderes de cura para ver que eles eram invencíveis. Cade inicialmente recusou-se, mais, Maladi já havia infectado Deliah Blue com sua arma e disse Cade a usar seus poderes de cura para tentar curá-la. Cade tentou, mas não conseguiu, como a cura Blue fez seu grito de dor como a arma afundou mais na dela. Como Maladi continuou a ameaçá-lo usando o lado Negro, Cade eventualmente estalou e usou seus poderes para forçar a Sith ver seus piores medos. Aterrorizada, Maladi fugiu e ativou no seu laboratório a sequencia de autodestruição.

Cade continua a tentar usar seus poderes de cura na Blue, mas sem sucesso. Logo, Syn aparece junto com Wolf Sazen. Enquanto Cade insisti que o lado Negro era mais forte, Sazen disse-lhe para tocar para o lado da luz para salvar Azul. Cade falara para todo mundo sair antes que a base explodisse enquanto ele continuava a tentar curar a Blue. Cade foi pro lado da luz e confessa seu amor por Blue, que destrói a arma de Darth Maladi, libertando-a. Cade sai com a Blue do laboratório destruído, e diz a Sazen que ele tinha razão.

Mas, apesar disso, Cade decidi não voltar para a Ordem Jedi. Diz que a Força lhe tinha feito o que era, ele decidiu ser nem Jedi nem Sith, mas o pior inimigo dos Sith.


A busca por Vul Isen



Depois de Wayland, Cade e seus amigos, juntamente com Wolf Sazen viajam para Daluuj para localizar Vul Isen "O Açougueiro de Dac". Depois de derrubar um Guerreiro Sith, ele descobriu que Isen havia deixado o planeta há muito tempo. Enquanto volta na Mynock, Cade viu fantasma de Luke na Força dizendo-lhe para reavaliar seus planos para o futuro. Naquele momento, a rainha Jool transmite uma mensagem dizendo a Cade para encontrá-la no planeta Nal Hutta. Lá, ele conhece Vedo o Hutt, que tinha uma oferta de emprego, juntamente com informações sobre Isen. Cade aceitou o trabalho e descobriu que Isen estava no planeta Utapau. Quando Cade em seus amigos chegaram lá, Cade e Wolf procurou um contato chamado Pobos. Quando eles se encontraram com ele, ele foi baleado por um assassino. Depois de derrubarem o assassino, Pobos com seu último suspiro diz a Cade e Wolf que Isen estava no planeta e que havia um plano de assassinar o Almirante Stazi. Depois de muita persistência, Wolf convence a Cade que chamar seus amigos alertando-os sobre a tentativa de assassinato.

Mais tarde, Cade e Wolf finalmente localizado onde Vul Isen foi junto com Darth Azard. Durante a audição, eles descobriram que Isen planeja destruir a população do planeta Utapau por envenenar o abastecimento de água. Os dois foram para o ataque no duelo com dois Sith, Wolf vs Darth Azard e Cade vs Vul Isen. Quando Cade finalmente alcança Vul lsen, nesse momento, ele junto com todos os Sith ao redor da galáxia sente um distúrbio na Força, que revelou a Cade que Darth Krayt ainda estava vivo. Usando isso para sua vantagem, Isen salta do penhasco com o frasco de veneno. Cade conseguiu cortar Isen no meio com seu sabre de luz e pegar o frasco com a Força antes que ele caiu na água.

Imagem

No entanto, quando Cade atingiu a água, ele começou a ter uma visão do futuro com ele lutando contra o Darth Krayt e nada depois. Quando Cade sai da água, foi então que ele percebeu que a Força o preparou pra enfrentar Darth Krayt e impedi-lo.


Guerra



Mais tarde, Cade tem visões de si mesmo virando para o lado negro para servir Darth Krayt e matando Wolf Sazen e seu tio, Nat Skywalker. Embora ele tenha sido capaz de convencer seu ex-mestre de dizer ao Conselho Jedi de retorno Darth Krayt, o conselho acredita que por causa da influência de Skywalker com o lado escuro, eles não podem confiar plenamente nele.

Cade e seus companheiros depois ajudar Almirante Stazi e o Esquadrão Rogue destruir um Imperial Star Destroyer que Darth Krayt enviado impedindo-a de bombardear a Falleen planeta. Durante a batalha, o Cade recebeu uma mensagem de sua Mãe, Morrigan Corde, para conhecê-la na roda em três dias. Antes Cade saiu para ir à roda, ele enviou Darth Krayt uma mensagem, dizendo que ele irá matá-lo. Depois de chegar, Cade e seus companheiros fizeram o seu caminho para uma casa segura da Corde e encontrou um moribundo Nyna Calxite, que revelou-se ser Morrigan Corde. Ela disse Cade sobre ser envenenado por Morish Veed e que ela queria fazer as pazes ao Cade por não estar lá para ele. Cade explicou a ela que ele não poderia curá-la, porque o faria tirar o lado escuro e, a fim de tirar o lado da luz, ele precisava de amá-la. Naquele momento, Kol Skywalker apareceu, e convenceu-o a salvá-la. Enquanto a cura-la em primeiro lugar, o Cade só poderia lembrar a Corde dor causou para a família, tirando o lado escuro, mas Kol disse Cade que ele já havia perdoado Corde, e com isso, o Cade conseguiu tirar o lado da luz, curando ela. Com isso, o Cade também tinha perdoado sua mãe.

Com Morrrigan curada, ela se juntou Cade e seus amigos se preparando para deixar a roda, mas antes de sair, Darth Talon apareceu e disse que Darth Krayt recebeu sua mensagem e que deixou um presente na Mynock. Após Talon fugir, o grupo encontra Draco Antares congelado em carbonita. Após o descongelamento, Draco disse a eles sobre o plano de salvar a princesa Fel, e enquanto o plano deu certo, ele foi capturado por seu ex-mestre Darth Havok, que o quebrou fazendo ele revelasse a localização secreta do templo Jedi em Taivas. Cade mandou uma mensagem para o templo alertando-os sobre um ataque, e foi direto para o templo.

Quando Cade chegou ao Templo Jedi, o conselho convocou-o para discutir a situação. Cade disse-lhes para atrair o Sith em uma armadilha, e quando chegar a hora, tanto o Almirante Stazi e frota de Roan Fel viria e emboscaria os Sith. Quando a batalha começa, Cade se juntou a seu tio, Nat Skywalker para combater os Sith, e durante a batalha, ele fez as pazes com seu tio, após o incidente no Kiffex. Como a batalha se alastrou, Darth Krayt lança seus soldados Sith para se juntar a batalha e virar a maré contra as forças aliadas. Sem escolha, o outro para evacuar o templo foi dado, e Cade decidiu ficar com seu tio e Saa Tr'a. Enquanto os dois lutam contra as tropas Sith, uma Nave Sith faz um mergulho contra eles. Cade percebe que não havia saída, Nat então usando a força o empurrou para fora da janela para o oceano. Cade só pode assistir com raiva como seu tio sacrificou sua vida para salvá-lo. Depois de fazer o seu caminho a bordo da Mynock, Cade lutou contra restos de soldados Sith, deixando um vivo. Com sua equipe, Cade viajou de volta para Bastion pra se reagrupar.

Quando eles chegam, Cade concordou em ir para Coruscant e levar uma pequena força de ataque para desativar o computador de defesa orbital de modo que as forças aliadas possam fazer um ataque furtivo. Depois disso, a equipe fez o seu ataque no Templo Sith onde Darth Talon, Darth Stryfe e outros guerreiros Sith os aguardava. Cade começa a lutar com Darth Talon, ele viu seu ex-mestre Wolf Sazen e Darth Stryfe ambos morreram em cada lâmina de outros. Depois, Shado disse Cade para ir atrás Krayt.

Darth Talon tenta avisar Krayt, mas quando ela chegou a seus aposentos, Cade usa a Força empurrando ela contra a parede, derrubando-a inconsciente. Cade então voltou sua atenção para Krayt e engajam em um combate. Eles encontraram-se equilibrados, mas Krayt começa a ganhar com o uso ofensivo da técnica de cura que ele aprendeu com Cade. Ele mostra a Cade uma visão do futuro em que ele foi vitorioso e tentou trazer Cade para o Lado Negro da Força e para o Sith como seu aprendiz. Cade rejeita a oferta, e em um ataque surpresa, mata Krayt, declarando que ele agora não tem mais dúvidas sobre quem ele era, um Jedi.

Imagem

No entanto, Krayt não fora derrotado e fala com Cade do além-túmulo. Ele prometeu curar a si mesmo novamente. Decidido a livrar a galáxia de Krayt para sempre, Cade decidiu voar com o corpo de Krayt pro sol de Coruscant. Quando Krayt ameaça transferir sua essência para o corpo de Cade, Skywalker então decide que ele teria também iria para o sol também. O Espírito de Luke Skywalker o convence a não fazer isso, e Cade se ejeta da nave antes que ele atinja o sol. Deliah e Jariah pegam Cade sem vida até no Mynock. Eles ficaram aliviados quando Cade saiu de sua hibernação Jedi ileso. Junto com seus amigos, Cade defini um rumo muito longe, agora em paz.
Citar
         
Relacionamentos
Anakin Skywalker (Ancestral distante paterno)
Luke Skywalker (Ancestral distante paterno)
Kol Skywalker (Pai)
Morrigan Corde (Mãe)
Wolf Sazen (Mestre Jedi)
K'Kruhk (Mestre Jedi)
Darth Talon (Mestre Sith - temporariamente)
Jariah Syn (Amigo)
Deliah Blue (Namorada)
Shado Vao (Amigo Jedi)
 
Criado por
John Ostrander
Jan Duursema

Avaliação dos Usuários Para Cade Skywalker
Ajude a comunidade a crescer avaliando a qualidade deste artigo!
Avaliação Média :
  • 4 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Total de Votos : 4

Comentários dos Usuários Sobre Cade Skywalker
Offline Michele - 06-02-2013, 02:23 AM
Resposta: #2
Excelente artigo Palmas Palmas
Buscar Citar



Ir ao Fórum:

© 2007-2012 SoQuadrinhos

Página desenvolvida por Knight Rider